segunda-feira, 20 de julho de 2009

Sonho com sono


Sonhei que o Obama morria de acidente e acordei sobressaltada.

Nunca tinha sonhado com um presidente - estrangeiro ou nacional. Nunca tinha sonhado com a morte de um desconhecido e eu não conheço o homem de lado nenhum. Não foi um pesadelo mas acordei sobressaltada.

Só me faltava agora, depois de velha, andar a sonhar com coisas que me acordam. Qualquer dia acordo com o sonho de uma noite de verão.

Bom, pensando bem, isso até era fixe, não era?

Hélas!

5 comentários:

Maria de Fátima disse...

uáu! olha que o moço até é bem parecido! para não exagerar e dizer que é um pedaço de homem
uma pena se morresse
bem faz o seu inconsciente em preocupar-se
que lindo sonhar ainda com um homem desconhecido que lhe tira o sono
e a inda se queixa
pateta
compense com uma boa sesta
( e há outra visão. a política, a que traduz a sua preocupação como o andar do mundo...mas com essa eu não rejubilo)

mac disse...

As sestas são para os reformados (com grande raiva minha não me conto entre eles).
E o que me acordou - bem diferente de me tirar o sono - não foi o homem, foi a sua morte acidental.

E o que me chateia - mesmo muito! - é que tenho poucas horas de dormir, não posso desperdiçar nem um minuto. Ainda menos com maluqueiras.

Só coisas que me ralam.

lenor disse...

Bem, estamos no Verão. Basta acordar durante um sonho para ser o de uma noite de Verão. Até meados de Setembro! É aproveitar!

Blimunda disse...

Bem, calculo que tenha sido quando saiu da hamburgueria, não?! É que... não sei não mas o homem anda mesmo a pedi-las! E é uma pena porque me parece que os tem no sítio certo!

mac disse...

lenor, pois é verdade, maravilha!!

Blimunda, não me lembro... Que irritação!