domingo, 6 de dezembro de 2009

Publicidade enganosa


Durante anos e anos venderam-me a ideia de que à medida que o tempo passa por nós precisamos de dormir menos. Aqui a totó de serviço comprou a coisa; e ficou à espera da tal idade em que já não é necessário dormir tanto.

Mas sabem? Acho que era publicidade enganosa. Estou à espera há anos e tenho tanto sono como antes.

Rais parta o marketing .

Hélas!

3 comentários:

Maria de Fátima disse...
Este comentário foi removido pelo autor.
Maria de Fátima disse...

perdoe ter apagado mas tinha MUITAS e ilegíveis gafes, estas sim coisas da idade!
aí vai então~

tenha calma, cunhada, cuidando esqueceu-se de ler as miúdinhasdasquelas onde se diz tudo, se o fizesse, veria que a coisa, essa de que fala, não vem calmamente, assim em pequenas doses, derramando efeitos ao longo daqueles anos a que a cunhada insiste em chamar "com a idade"
Aguarde e verá que, de repente, assim sem que já sequer se lembre de que um dia leu ou ouviu essa publicidade, chega-lhe a espertina e madrugará sem mais aquelas, assim como se o tivesse feito toda a vida
Se ainda não lhe deu, aproveite e durma, durma muito, que ao menos, mais que não tenha outro proveito, fica sabendo que ainda não está nisso a que apelida "com a idade"
E hoje, excepcionalmente receba dois beijos, um de cada lado

mac disse...

Maria de Fátima, queres tu dizer que assim de repente e sem mais, passarei a dormir sei lá, praí 5 horas e ficarei toda contentinha e desperta, sem andar o dia todo a cair da boca aos cães?!?
Cunhada, que belas notícias. Aguardarei um pouco mais,então...