domingo, 8 de fevereiro de 2009

Fantástico


Dei-me de repente conta do desregrado uso que ando a fazer da palavra fantástico.

Ele é fantástico isto, ele é fantástico aquilo, vocês não acham fantástica esta fantasia?... Tudo é fantasticamente fantástico, um enjoo miserável de fantasticidade.

A língua é tão rica, porque diabo ando eu presa ao fantástico?!? Caramba, alguém me devolva a normalidade se eu não a conseguir sozinha. O meu espanto continua presente, claro, mas há tantas palavras mais... Bolas, que de vez em quando tenho saudades da escola. Onde nos ensinam sem trabalho.

Hélas!

5 comentários:

Marques Correia disse...

Ele chamava-se Manel Fantástico. Quando morreu, colocaram um epitáfio na sua pedra tumular que dizia que ele tinha sido um marido amoroso que nunca tinha tido olhos para outra mulher, que não a sua.
Quem lia aquilo exclamava:
Fantástico!!!!

Alferes disse...

Eu exclamaria: Cego!!!!

Mac, que tal fabulástico? (fabuloso mais fantástico)Já é diferente.

Blimunda disse...

Modas vocabulares, simplesmente. Vai ver que lhe passa.

Maria de Fátima disse...

querida, o fantástico é o menos: o que é grave é a menina se preocupar com a palavra, empregue, ao que suponho, por ser fantástico o modo como a querida vê, apalpa, come, sente e etc e tal...pois não mude o nome: se é fantástico o que lhe sai, vai ver que é mesmo assim que lhe anda o mundo.
Fantástico e não se rale.

mac disse...

Marques Correia, a Maria Fantástico mandou escrever na lápide: "diga == É fantástico! == em voz alta", mas não teve o mesmo sucesso, o pessoal envergonhava-se...

Alferes, tenho medo de abusar... Olhe lá se começo a dize "é fabulástico!" a torto e a direito?? Ainda vou parar a RilhaFoles, é um riso muito grande. Acho que vou tentar entremear fantástico com espantoso e surreal. Talvez funcione.

Blimunda espero bem que passe, nos entretantos consolo-me a pensar que pior que modas vocabulares são os tiques nervosos, mas não funciona lá muito bem.

Maria de Fátima, achas?! Ora agora é me puseste atrapalhada, será que o mundo me anda mesmo fantástico?!? Nãããã, inclino-me mais para a moda vocabular. E no entanto...