quarta-feira, 18 de fevereiro de 2009

Arrefeceu


Que culpa tenho eu, que ultimamente até ando de casaco e tudo?!?

É a conjuntura, malvada conjuntura. Houvesse uma bruxa má que rogasse uma praga verdadeiramente horrorosa à conjuntura.

Estou farta da conjuntura. Nem acredito que não posso fazer nada para torcer o pescoço à dita, só coisas que me ralam.

Hélas!

3 comentários:

Maria de Fátima disse...

a queixares-te de FRIo agora que abriu um sol quentinho?! ou andarás, notivagando-te e nem os raios de sol te tocam?
preocupas-me, cunhada, assim enrolada em trapos que te estragam a figura ... e poderão embotar o brilhantismo dessa mente

Blimunda disse...

Evite o contacto físico com a dita. Essa gaja é de um baixo nível escabroso. Se lhe toca vai dar peixeirada na certa. Vire-lhe as costas. Deixe-a a falar sozinha. E sabe que mais? Tire o casaco e olhe-se ao espelho. Nada como uma silhueta sensual e bem definida para nos alegrar a alma. Caso haja pneuzinho evite o perfil. Mire-se de frente!

mac disse...

Maria de Fátima, obrigada, cunhada... Mas não te preocupes que a minha brilhantice pode-se constipar de vez em quando mas não morre de pneumónica... Acho eu.

Blimunda, um bom conselho, como sempre. Vou seguir ou pelo menos tentar, que a escabrosa é danada.