quinta-feira, 11 de fevereiro de 2010

As sete magníficas

[porque a Bli não gosta de frango assado]

Sete saias de filó,
Sete amigas de lua,
Sete sombras no pó,
Sete rastos na rua.

Sete risos d'alegria,
Sete gestos de carinho,
Sete tons de melodia,
Sete rumos no caminho.

Sete mouras encantadas,
Sete tipos de ilusão,
Sete largas passadas,
Sete fontes de perdão.

Sete faias no pomar,
Sete maçãs na mó,
Sete barcas no mar
Sete vidas numa só.

Hélas!

4 comentários:

Blimunda disse...

Ahhhhhhhhhhhh! Que maravilha!!!
Se pudesses ver-me neste momento, fartavas-te de rir. Não consigo livrar-me de um boquiaberto sorriso pateta desde que pousei os olhos em cima desta folha de couve.

Confesso que me lembrei da promessa há um par de dias atrás mas hoje já não me lembrava.

Hélas!

mac disse...

:)

Mofina disse...

Posso ser a moura encantada?

:-))))

mac disse...

Que diacho de pergunta é essa, Mofina?

Em primeiro lugar, não faz sentido perguntar se se pode ser, é-se, ponto final parágrafo.

E tu és uma moura encantadíssima. Além de encantadora, claro.