quarta-feira, 11 de junho de 2014

Mar

Já beijei recém-nascidos
E moribundos.
Já tive desgostos
E felicidades,
Já chorei e já ri
Já dormi e já velei;
Já fui à luta
E já fiz de conta.
Já sonhei,
Já despertei;
Já dei vida,
E já a tirei.
Já escrevi tratados
Sobre o bem e o mal,
E o lugar das coisas,
E a natureza do Homem.
Já alinhei poemas
E esparramei prosa,
Já pensei, já cantei,
Já falei, já gritei,
Também já calei.
Até já toquei piano,
Noutro tempo.

Agora não quero fazer nada
Deixai-me olhar o mar aqui deitada.

4 comentários:

Regina Cardoso da Graça disse...

Posso estender a minha toalha aqui ao lado?

mac disse...

Mofina, até te dou a minha...

* hemisfério norte disse...

trouxe o guarda sol e uma termos com chocolate quente

mac disse...

Boa!
Apreciemos juntas esta paz marulhante, então.